Notícias?

Trazemos aqui uma compilação de artigos referentes a nossa área de atuação.

Insuficiência Cardíaca Aguda na Síndrome Inflamatória Multissistêmica em crianças no contexto da pandemia global de SARS-CoV-2

 

A Covid-19, causada pelo SARS-CoV-2, causou 5 milhoes de infecções em todo mundo com mais de 350 mil mortes, quando esse artigo foi escrito. 

Em adultos, hipoxemia grave na fase aguda e uma resposta inflamatória profunda com tempestade de citocinas têm sido implicadas em altas taxas de mortalidade em grupos vulneráveis. Os riscos da doença aguda em jovens, no entanto, têm sido consistentemente menores. Menos de 2% dos casos confirmados por laboratório de Covid-19 nos Estados Unidos ocorreram em crianças. Entre as crianças com Covid-19 admitidas em unidades de terapia intensiva pediátrica nos Estados Unidos, apenas 4% morreram, embora mais de 80% tivessem condições médicas preexistentes. Isso inicialmente levou à crença de que as crianças foram em grande parte poupadas da doença.

Porém, alertas recentes surgiram, inicialmente no Reino Unido, de uma inflamação multissistêmica em crianças, parecida com a doença de Kawasaki em alguns aspectos da apresentaçao clínica e do curso da doença, naquele momento tambem denominada doença semelhante ao Kawasaki. O CDC – Centro de Controle de Doenças dos EUA, o Royal College of Paediatrics and Child Health do Reino Unido, assim como a OMS – Organizaçao Mundial de Saúde instituíram a definição de caso de caso, sendo primeira condição ter a doença Covid-19, passando a ser definida como Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P).

Foram coletados retrospectivamente dados de todas as crianças com disfunção sistólica ventricular esquerda aguda ou choque cardiogênico e estado inflamatório sistêmico, que foram internadas em 12 hospitais na França e 1 hospital da Suíça de 22 de março a 30 de abril de 2020. Todas essas instituições estão localizadas nas áreas pandêmicas da doença na França. Os critérios de inclusão foram febre, choque cardiogênico ou disfunção ventricular esquerda aguda, com estado inflamatório.

A associação epidemiológica de SIM-P com Covid-19 está bem estabelecida: na Europa, as regiões fortemente afetadas por SARS-CoV-2 estão relatando muitos casos de SIM-P; os achados clínicos são relativamente consistentes em regiões geograficamente distintas; e o momento do SIM-P é consistente com um mecanismo relacionado à resposta do hospedeiro e hiperinflamação.

O alerta desta condição foi iniciado por agências de todo o mundo para capturar a prevalência, o curso clínico inicial e o resultado.

 

Fonte - Artigo Original
Acute Heart Failure in Multisystem Inflammatory Syndrome in Children in the Context of Global SARS-CoV-2 Pandemic
https://doi.org/10.1161/CIRCULATIONAHA.120.048360
Circulation. 2020;142:429–436
Adenilde Andrade, Enfermeira pela UFF especializada no controle de Infecções Hospitalares e Coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde, SP