Notícias?

Trazemos aqui uma compilação de artigos referentes a nossa área de atuação.
hepic-blog-dosesreforço.png

Doses de reforço oferecem altos níveis de proteção contra a Covid-19 

 

Na última semana, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos divulgou novos relatórios sobre os níveis de proteção das doses de reforço da vacina contra a Covid-19.

 

Os relatórios apontam que, além de serem seguras, as doses de reforço são altamente eficazes contra doenças graves ao longo do tempo.

 

No primeiro estudo, o CDC revisou dados de dois de seus sistemas de monitoramento de segurança de vacinas, V-safe e Vaccine Adverse Event Reporting System (VAERS). Eles descobriram que pessoas com 18 anos ou mais que receberam a mesma marca de vacina em todas as doses tiveram menos reações adversas após a dose de reforço do que após a segunda dose.

 

O estudo apontou ainda que 92% das notificações ao VAERS não foram consideradas graves, e dor de cabeça, febre e dores musculares estavam entre as reações mais comumente relatadas. Já os dados do V-safe apontaram que a necessidade de cuidados médicos foram raros em pacientes que tomaram uma dose de reforço.

 

Terceira dose

Um segundo estudo revela que uma terceira dose da vacina oferece altos níveis de proteção contra doenças graves, mesmo meses após sua administração.

 

O CDC examinou dados de 93 mil hospitalizações e 241 mil atendimentos de emergência e atendimento de urgência em 10 estados dos Estados Unidos, durante as ondas das variantes Delta e Omicron.

 

No estudo, cerca de 10% das pessoas receberam reforço e mais de 50% das pessoas hospitalizadas tinham mais de 65 anos. Durante a onda da variante Omicron, a eficácia da vacina contra a hospitalização foi de 91% durante os primeiros dois meses após uma terceira dose e permaneceu alta, em 78%, quatro ou mais meses após uma terceira dose.

 

Desta forma, reforçamos que, mais que necessárias, as doses de reforço da vacina são seguras e eficazes. Por isso, todas as pessoas, inclusive crianças a partir de 5 anos de idade, devem tomar as doses da vacina de acordo com o calendário estipulado pelos órgãos responsáveis.

 

Você sabia que o Hepic é um sistema de informação para a monitorização dos processos de vigilância e controle epidemiológicos de Infecções Associadas aos Cuidados de Saúde (IRAS)?

 

Clique aqui para conhecer os diferenciais do sistema Hepic

 

Fonte: Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC)