Notícias?

Trazemos aqui uma compilação de artigos referentes a nossa área de atuação.
hepic-blog-050321.png

Dicas para manter os protocolos de segurança contra a Covid-19 no ambiente de trabalho

 

Na noite de ontem, 4 de março, o consórcio de veículos de imprensa divulgou novos dados sobre a pandemia de Covid-19, a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

 

Nas últimas 24 horas, o Brasil registrou 1.786 mortes pela Covid-19. O número representa uma ligeira queda em relação aos dois dias anteriores, que foram recordes desde o início da pandemia. Até o fechamento, o país chegou ao total de 261.188 óbitos.

 

Com isso, a média móvel de mortes no Brasil, nos últimos 7 dias, chegou a 1.361. A variação foi de 30% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

 

Frente aos números, muitos estados estão tomando medidas rigorosas e autorizando apenas o funcionamento de serviços essenciais, para que a população fique em casa, sempre que possível.

No entanto, quem precisa sair para trabalhar deve tomar alguns cuidados para manter o ambiente seguro e evitar a contaminação.

 

Protocolos de segurança no ambiente de trabalho

Uma portaria conjunta dos ministérios da Economia e da Saúde estabeleceu os cuidados a serem tomados para prevenção e controle dos riscos do novo coronavírus no ambiente de trabalho.

 

Entre as medidas para garantir a segurança dos trabalhadores estão a recomendação de que as organizações orientem seus colaboradores sobre os riscos da Covid-19, bem como sobre cuidados para proteção individual e coletiva.

 

O empregador deve garantir que os colaboradores mantenham distância segura de seus pares e utilizem máscaras. Profissionais que realizam atendimento a clientes devem usar, além da máscara, divisórias impermeáveis ou proteção facial.

 

A ocupação de ambientes de trabalho, refeitórios, elevadores, vestiários e banheiros também deve ter acesso limitado para garantir a segurança de todos.

 

Vale destacar ainda que a opção mais recomendada, sempre que possível, é manter a equipe em home office.

 

As empresas devem orientar seus colaboradores sobre formas de contágio, sintomas e cuidados necessários para redução da transmissão no ambiente de trabalho e na comunidade. Outra medida importante é identificar e afastar trabalhadores com sintomas compatíveis com a Covid-19.

 

Segundo a portaria, a empresa não deve exigir testagem laboratorial do novo coronavírus de todos os trabalhadores como condição para retomada das atividades do setor ou do estabelecimento por não haver, até o momento, recomendação técnica para esse procedimento.

 

O prazo do afastamento é de quatorze dias. Os trabalhadores afastados considerados casos suspeitos poderão retornar às atividades presenciais antes do período determinado de afastamento quando exame laboratorial descartar a doença e estiverem assintomáticos por mais de 72 horas.

 

Desinfecção dos ambientes

A portaria prevê ainda que empresas que estão funcionando devem realizar a desinfecção dos locais de trabalho e áreas comuns no intervalo entre turnos ou sempre que houver a designação de um trabalhador para ocupar o posto de trabalho de outro.

 

A empresa também precisa disponibilizar recursos para a higienização das mãos, incluindo água, sabonete líquido, toalha de papel descartável e lixeira, com abertura que não demande contato manual, ou sanitizante adequado para as mãos, como álcool a 70%.

 

Outra medida prevê que trabalhadores acima de 60 anos ou que sejam do grupo de risco para a Covid-19, devem permanecer em home office, ou ainda, ser poupado de atividades que exijam contato com o público.